Afinal de contas, suplemento é para todo mundo?

Em julho de 2018 a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou um novo marco regulatório para suplementos alimentares. As novas regras vão melhorar o acesso dos consumidores brasileiros a produtos seguros e de qualidade, assim como o seu entendimento sobre suplementos e seu uso. O importante é que você saiba que suplementos e medicamentos são duas categorias muito diferentes, por isso não há o risco de você consumir um suplemento, o importante seguir a recomendação de consumo do rótulo ou do profissional de saúde.

Se o produto for indicado para pessoas saudáveis, então é suplemento!

Mais de 300 produtos apresentados em diferentes formas farmacêuticas (cápsulas, sachês, gomas, chocolates, bebidas e etc.) destinados a suplementar a alimentação de pessoas que são saudáveis e buscam ainda mais saúde com nutrientes, substâncias bioativas, enzimas ou probióticos foram enquadrados como suplementos alimentares.

Suplementos ajudam a ter uma vida ainda mais saudável

São substâncias classificadas como alimentos, como vitaminas, minerais, óleos e etc. para melhorar a saúde e não para o tratamento de doenças, como se pensa. Os nutrientes e as suas quantidades nos produtos são fiscalizados pela ANVISA, portanto estão em quantidade ideal para pessoas saudáveis.

No caso da suplementação esportiva, ela é indicada para pessoas que fazem atividade física, mas não significa que façam mal a quem não pratica regularmente o exercício, talvez só não exista a necessidade, o que deve ser analisado pelo profissional de saúde.

Suplementação nas diferentes fases da vida

A necessidade de suplementação pode ocorrer ao longo da vida, o que muda são as substâncias necessárias e também as suas quantidades. Cada fase da vida exige a ingestão de calorias e nutrientes diferentes, por isso existem suplementos destinados a todos os públicos: crianças, gestantes, adultos e adultos com idade avançada. Entretanto, um produto que é utilizado por adultos pode ser usado em gestantes e crianças também, só seria necessário ajustar a dosagem.

Por exemplo, o consumo do suplemento a base de peixe, o ômega 3 e principalmente o DHA é indicado o consumo durante a gestação e também ao longo das demais fases da vida como uma gordura essencial que contribui com o desenvolvimento do sistema nervoso e também da retina. O que muda seria a dosagem usada em cada momento, mas o suplemento é benéfico para todas as situações.

Suplementos são seguros e todos podem consumir

A correria do dia a dia pode resultar em alimentação desbalanceada ou o aumento das necessidades de nutrientes. Os suplementos podem ser grandes aliados na manutenção da saúde, garantindo ao máximo a nossa longevidade saudável. É importante saber que são seguros e específicos para você que busca saúde e tem receio que possa fazer mal.

Atenção aos alérgicos e as crianças com menos de 1 ano

Os suplementos podem ser feitos a partir de um alimento natural que pode gerar reação alérgica em pessoas específicas. Se você tiver alguma alergia, não fique com medo, apenas permaneça atento ao rótulo dos suplementos. Assim, você saberá na lista de ingredientes do que ele é feito e se houver a possibilidade de gerar alergia, lá estará um aviso.

Suplementos de ômega 3, por exemplo, por serem provenientes do óleo do peixe, pode gerar reação em pessoas com alergia a peixe e/ou crustáceos quando consumido. Por isso, no rótulo tem este aviso e, reforço, caso você tenha alguma alergia, fique sempre atento aos rótulos de alimentos e suplementos, assim não terá problemas.

Alguns suplementos não são autorizados para crianças menores de 1 ano de vida porque as evidências científicas disponíveis são insuficientes para estabelecer um valor de ingestão seguro e porque essas crianças têm capacidade limitada de metabolizar quantidades elevadas desses nutrientes. Portanto, para crianças menores de 12 meses, recomenda-se que as únicas fontes desses nutrientes sejam os alimentos e o leite materno ou, quando o caso, as fórmulas infantis.

Se você ainda tiver qualquer dúvida sobre suplementos, fale com a gente. Vamos responder com todo o prazer. 🙂

Vem com a gente que a vida já começou.

Vem, Vida.

Referência Bibliográfica

Ministério da Saúde/ ANVISA- RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA – RDC Nº 243, DE 26 DE JULHO DE 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *